segunda-feira, 18 de julho de 2016

Tayaya Aquaparque Hotel e Resort - Ribeirão Claro - PR

Em Dezembro de 2015 passamos 1 final de semana no Tayaya Aquaparque Hotel e Resort, localizado em Ribeirão Claro - PR. O hotel apresenta uma boa infraestrutura, como piscina aquecida e fria, refeições fartas com bastante variedade, a única coisa que deixa a desejar é a parte de laser para os pequenos (só tem uma sala pequena com brinquedos, não tem parquinho). O serviço de baby siter é ruim (pegamos uma pessoa por um dia para ajudar e eu praticamente trabalhei no lugar dela "tudo ela ficava perguntando", bem inexperiente). A paisagem local é o ponto mais forte, a represa de Chavantes é linda, deixando a paisagem encantadora, ideal para relaxar e manter contato com a natureza.


















Hotel Villa Di Mantova - Águas de Lindoia - SP

Em Janeiro de 2016 nós hospedamos no Hotel Villa Di Mantova - Águas de Lindoia - SP. Hotel muito bem localizado, excelente para ir com crianças (levamos nosso pequeno de 1 ano de idade) área linda, todas as refeições são fartas, com grande variedade de pratos. Teve dois dias que ofereceram café da tarde na fazendinha (onde tem pesqueiro, passeio de cavalo, ordenha de vaca, coelhos). As refeições do meu filho foram feitas como solicitado (pedi com antecedência na recepção), além disso tem uma cozinha da "mama" com frutas, leite e água para preparo de refeições aberta o tempo todo.
O serviço de Baby Siter é muito bom (pegamos a dona Gema para nos ajudar)
Durante a semana aproveitamos para conhecer a cidade de Águas de Lindóia (praça central, lago, passeio de trenzinho, Queijobom) e Monte Sião - MG (local com várias malharias e blusas de frio, é para enlouquecer de tanto blusa e artigos de Tricot, também visitamos a cerâmica Monte Sião, que fabrica lindas peças de porcelana).

Cidade de Águas de Lindóia- SP
 Hotel Villa Di Mantova


 









 

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Ushuaia: Província da Terra do Fogo - Argentina

Ushuaia é uma pequena cidade da Argentina, com 56.825 habitantes (censo 2010) pertencente à província da Terra do Fogo, localizada no extremo sul da América do Sul. Ela é conhecida por ser a cidade mais austral do mundo. A cidade está situada às margens do Canal de Beagle. Atualmente Ushuaia atrai vários turistas em razão de sua localização austral e ao seu clima Subpolar Oceânico, responsável por um intenso frio no inverno com caída de neve e formação de pistas de ski, e um verão ameno, podendo registrar baixas temperaturas e neve.

A região foi habitada inicialmente por indígenas, porém no século XIX as missões européias para catequização dos nativos contribuíram para extinção e aculturação destes grupos.
Da cidade partem várias excursões pelo canal de Beagle para visualização da paisagem local, de aves (pinguins) e mamíferos marinhos (lobos marinhos). Também saem excursões para o Parque Nacional da Terra do Fogo, para os glaciares e Lagos da região e para Antártida.
Ushuaia possui diversos hotéis e pousadas de diferentes níveis de conforto e preço. É importante verificar a localização do hotel para não ficar muito distante da avenida principal (Av. San Martin), que concentra as lojas e restaurantes.
Na Av. San Martin encontre-se diversas opções de restaurantes, cafés, chocolates artesanais e muitas lojas de “souvenires”. Apesar do relevo central ser bastante inclinado (para chegar na avenida principal ou desce para quem está em ruas acima – em direção aos “Cerros”, ou sobe, para quem está em ruas abaixo – em direção ao canal), a avenida principal é plana e de fácil circulação.
Para chegarmos em Ushuaia, pegamos um voo em El Calafate com a Aerolineas Argentinas, mas também tem voos desde a capital – Buenos Aires.

Visitas Realizadas: Parque Nacional Terra do Fogo; Trem Do Fim do Mundo; Museu do Fim do Mundo; Museu do Presídio e Marítimo; Bus Doble Deck; Visita Guiada na Estância Haberton (farol, pinguinera, Museo Acatushún – de aves e mamíferos)

Hotel que ficamos hospedados: Hotel Austral Ushuaia (hotel modesto, com fraco café da manhã, porém sua localização é muito boa - duas quadras acima da avenida principal).

Restaurantes Indicados: Bodegón Fueguino (possui um espaço pequeno, mas agradável e boa comida, comemos uma maravilhosa pasta com molho de camarão); Tia Elvira (possui espaço pequeno, agradável e com vista para canal de Beagle, comemos uma magnífica “Merluza Negra” com “Centolla” - caranguejo).
 Bondegón Fueguino





 




A Cidade


Adicionar legenda


















Locais Visitados:
 
Museu do Fin Del Mundo: o museu é pequeno e conta a história da colonização da região e possui alguns artefatos dos indígenas e exemplares empalhados da fauna local. 

Passeio de ônibus “Bus Doble Deck” pela cidade de Ushuaia: o ônibus parte da avenida principal e percorre os principais pontos turísticos da cidade. Uma guia explica os pontos turísticos durante todo o percurso.


Museu do Antigo Presídio: neste museu é possível reviver a história antiga de Ushuaia, nos tempos de instalação do presídio. O local possui pavilhões reformados com personagens, vestimentas, equipamentos da época, réplicas de antigas embarcações, loja, restaurante e também um pavilhão original do antigo presídio (sem iluminação e aquecimento). 












Passeio no Trem do Fim do Mundo: o passeio é fraco sem muitos atrativos paisagísticos no decorrer do caminho, com duração de aproximadamente 1 hora.







Adicionar legenda

Parque Nacional Terra do Fogo: o parque é muito grande e possui diversas trilhas, nós visitamos a Bahia Lapataia e uma Castorera (represa construída pelos castores para abrigar suas tocas).











Glacial Martial: para chegar ao glacial é simples, podendo fazer o trajeto de táxi. No glacial fizemos um passeio de Teleférico para chegar na parte alta (quem tem medo de teleférico pode fazer uma trilha usada pelos aventureiros, mas o caminho é íngreme e irregular). Na parte alta tem várias trilhas que permitem a visualização panorâmica do canal de Beagle e de toda Ushuaia, vale muito a pena fazer este passeio que permite a visualização de paisagens deslumbrantes.






Passeio à Pinguinera e Estância Haberton: o passeio é feito pelo Canal do Beagle, com paradas próximas no Farol Les Eclaires, paradas para visualização de aves (pinguins – Pinguinera.) e mamíferos marinhos (lobos marinhos). O destino final é a Estância Haberton, que reúne uma arquitetura típica das estâncias da região, com equipamentos da antiga atividade local - criação de ovelhas (atualmente criam gado). Na estância também realizamos uma visita guiada ao Museu Acatushún de aves e mamíferos marinhos.